Sábado, 2 de Abril de 2011

Viajante

O viajante passa os dias a pensar,planear e sonhar com as suas viagens. È muito mais do que Pegar em nós e sair porta fora. Viajar è para quem sente,para quem sonha e para quem deseja ser feliz. É sair de casa e sentir a aventura, É entrar num avião e sentir o mundo nas nossas mãos. É perder países, é ganhar países. É viver países. Porque sonhar é viver e viver é partir. É por isso que o viajante é feliz.

E é por isso, que algures no mundo há uma rapariga que sonha em viajar e é feliz. Algures no mundo, essa rapariga sou eu. Liliana Alves
A música que me viaja na mente...: Beautiful lie - yoav
sinto-me: Com vontade de viajar

Palavras de: Kadoschinha às 13:38
link do post | Um comentário? | favorito
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

Pensamentos

Sometimes i miss you,R.

Palavras de: Kadoschinha às 00:14
link do post | Um comentário? | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Keep me in your memory, Leave out all the rest

Querido tio, hoje, faz seis anos que morreste e apenas,hoje, encontrei maturidade para te escrever esta carta.

Para te falar sobre tudo o que aconteceu e o que tem acontecido nas nossas vidas.

É que na altura era ainda muito nova e não conseguia ver todas as perspectivas com a mesma claridade e capacidade que agora tenho.

 

A noticia da tua morte foi como um silencio doloroso que ningém ousa quebrar, excepto através do choro de uma alma. Sabes?

Vi o meu pai chorar comom nunca, vi o avô perder as forças e a avó envolta de uma tristeza partilhada por todos.

Foi tristeza, foi revolta, foram sentimentos que sairam dos nossos corpos a toda a hora.

Sentimentos que na verdade não se definem.

 

Demorou algum tempo até que pudessemos aceitar a tua morte.

(Embora ninguém o tenha aceite, sabes?)

Não sei se daí onde estás nos tens visto, aliás nem sei se encontras-te por aí o meu avô.

Cuida bem dele,tá?

 

Mas estejas lá onde estiveres não te esqueças que todos nós te ama-mos e que a tua memoria nunca será posta em causa por ninguém.

 

Até um dia!

 

 

 

"When my time comes
Forget the wrong that I've done,
Help me leave behind some
Reasons to be missed.
And, don't resent me,
And when you're feeling empty
Keep me in your memory,
Leave out all the rest"
Linkin Park

Palavras de: Kadoschinha às 23:30
link do post | Um comentário? | favorito
Sábado, 8 de Janeiro de 2011

Sem ressentimentos

Há certos momentos em que temos de dizer aquilo que sentimos.

Temos simplesmente de fazê-lo para que o tempo não passe por nós e

nos leve os nossos sentimentos.

E foi por isso que o fiz.

Tive de o fazer.

Sem culpa, sem medos e, acima de tudo, sem ressentimentos.

 

É importante que todos o façam no momento certo.


Palavras de: Kadoschinha às 01:05
link do post | Um comentário? | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011

Algures numa tribo em Chiang Mai

Algures numa tribo em Chiang Mai, encontramos sorrisos, olhares e sentimentos.

Onde a pureza reina, estas crianças sorriem como se nada de mal houvesse neste mundo, brincam com carrinhos e bonecas improvisados,

e mais importante de tudo: São felizes.

Neste sítio onde a maldade não existe, a sinceridade e verdade encontram-se acima de tudo.

E cada um, segue religiosamente estas qualidades.

Entre os seus olhares sentimos que tudo está bem, mesmo com o pouco que têm,

mesmo que na verdade nada tenham.

Podemos percorrer o Mundo, mas há povos que são realmente especiais.

 


Palavras de: Kadoschinha às 21:14
link do post | Um comentário? | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2011

E hoje não me saí da cabeça:

"She is dangerous, she is dangerous, I'm sure (woah)
And she's all dressed up and knocking at my door (woah)
She is dangerous, she is dangerous, I know (woah)
But she's got my heart and she's never letting go"

James Blunt - Dangerous


Palavras de: Kadoschinha às 21:51
link do post | Um comentário? | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 2 de Janeiro de 2011

Espero sinceramente...

que tudo mude neste ano de 2011.


Palavras de: Kadoschinha às 16:58
link do post | Um comentário? | favorito
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Onde estás tu?

Onde estás tu enquanto os meus sonhos se vão adiando?

Onde estás tu quando tudo me desilude?

Onde estás tu quando as pessoas precisam de respostas?

Diz-me, por favor, onde estás tu enquanto os meus irmãos morrem à fome, ao frio e na solidão de uma vida?

Onde estás tu enquanto crianças inocentes e pessoas boas morrem nos hospitais?

Onde estás tu, Deus? onde?

 

 

 

Estarei eu revoltada por não te ver, ou terei eu razão?


Palavras de: Kadoschinha às 21:27
link do post | Um comentário? | favorito
Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

Hoje tudo o que me apetecia era...

voltar a Chiang Mai e encontrar a paz de espírito que lá deixei.

Ser feliz e recordar tudo de bom que lá passei.

Hoje apetecia-me ter um avião a minha espera, só isso, apenas isso.


Palavras de: Kadoschinha às 23:15
link do post | Um comentário? | favorito
Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Love

O amor não é aquilo que pensamos.

Não é instantâneo, tornando-se por vezes momentâneo.

O amor não é aquilo que mostramos,

não é aquilo que queremos ver,

nem é, tão pouco, como nos o descrevemos.

O amor é sim, abstracto, indescritível e irreconhecível,

porque não sabemos nunca onde está mas de um momento para o outro,

todos  dizemos que o encontramos.

O amor é muitas vezes aquilo que as pessoas dizem sentir e poucas vezes aquilo que as pessoas sentem realmente.

 


Palavras de: Kadoschinha às 20:57
link do post | Um comentário? | favorito

.Um pouco de mim...


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.arquivos

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009